Como funciona a Tabela Fipe e para que ela serve

Como funciona a Tabela Fipe e para que ela serve

Quem está procurando um carro ou quem já comprou um, certamente ouviu falar da Tabela Fipe. Afinal, ela é um das bases para o mercado de seminovos e usados, e ainda é usada como referência para os valores de seguros.

Mas sua formulação e algumas divergências geram dúvidas em compradores  e vendedores de automóveis. Por isso, explicaremos tudo sobre essa ferramenta a seguir. Confira. 

Como funciona a Tabela Fipe

Desenvolvida pela Fundação Instituto de Pesquisas Econômicas, a Tabela Fipe é resultado de um estudo mensal, que coleta os valores de vendas de veículos em território nacional. A análise considera, ainda, a cor do automóvel, presença de acessórios e o ano do modelo.

Nessa pesquisa, são excluídos os preços discrepantes, como muito acima ou muito abaixo da média – eles podem ter sido feitos em negociações atípicas. 

Como ela deve ser usada:

  1. Servir como orientação para pesquisar o preço do carro que o motorista pretende comprar;
  2. Guiar o cálculo do IPVA;
  3. Sugerir valores para negociação de seguros e indenizações;
  4. Oferecer mais segurança e confiabilidade para compradores e vendedores.

O que é importante considerar além da Tabela Fipe

Como ela é usada como referência, alguns valores podem se apresentar muito diferentes do que pode parecer o de determinado carro. É importante destacar, por isso, que essa ferramenta é uma base, e cada veículo pode ter suas particularidades. 

Veja o que deve ser considerado, para além da Tabela FIPE:

  1. Estado de conservação da parte exterior, funilaria e pintura;
  2. Estado de conservação de bancos, motor e outras peças;
  3. Localização do carro, já que em algumas regiões, determinados modelos são mais ou menos valorizados;
  4. Carros anunciados por lojas podem ter comissões e margens de lucro.

Na hora de comprar um carro

Se você vai comprar um carro, já sabe que é importante consultar a Tabela Fipe. Mas outros cuidados são importantes também para fechar o seu negócio.

Ter acesso a informações sobre o automóvel vai garantir uma compra ainda mais segura. Dados como desvalorização média, decodificador de chassi, histórico em leilão, remarketing e indício de sinistro são elementos necessários para se ter em mãos. Para acessar essas e outras informações relevantes, acesse o site do Carcheck Brasil e conheça o plano ideal para você!

Para finalizar, você pode, ainda, procurar uma vistoria do carro, em que um profissional emita um laudo com inspeção completa da identificação e estrutura, incluindo teste e estado da pintura, funilaria, documentais e verificação dos agregados, com o objetivo de assegurar e auxiliar na sua negociação de preço.

Autor

O Carcheck proporciona uma negociação mais segura na compra do veículo usado. Antes de fechar negócio, é possível analisar indicadores de segurança, informações de seguradoras, além das condições atuais e rodagem junto aos órgãos competentes. Com a consulta, você também se previne de problemas como débitos em financiamentos, além de eventuais irregularidades que possam existir no veículo consultado.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *